Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Poder Legislativo promove Lançamento do "Programa Maria da Penha vai à Escola"

Publicado em 04/03/2020 às 11:10 - Atualizado em 04/03/2020 às 11:12

Na sessão ordinária do dia 03 de março, em homenagem ao mês da Mulher, o Poder Legislativo de Canelinha, através da Presidente e Procuradora Especial da Mulher Neli Ferreira, em parceria com a OAB/SC, Assembléia Legislativa de Santa Catarina, em especial a Bancada Feminina promoveu o Lançamento do "Programa Maria da Penha vai à Escola", instituído pela Lei nº 3.508, de 16 de maio de 2019, visando sensibilizar e conscientizar nosso município sobre o tema. Este ano celebramos mais um 8 de março em um país onde a cada 4 minutos uma mulher é agredida fisicamente. O Programa terá como principal material de apoio a cartilha “Maria da Penha vai a escola”.As crianças e adolescentes são o futuro de nosso município, portanto, nada mais eficiente do que trabalhar com os jovens a questão da violência contra a mulher, buscando colher frutos de uma sociedade mais digna e igualitária para todas.
Todas as ações desenvolvidas visam externar a nossa comunidade a real necessidade de divulgação e consequente combate à violência doméstica.
Por isso, a cartilha foi elaborada para abordar o tema de forma lúdica e didática, a fim de envolver os alunos de nosso município neste tema tão importante. É nosso dever enquanto Poder Público combater e prevenir todas as formas de violência contra a mulher, bem como promover o empoderamento destas em quaisquer âmbitos da sociedade.
Com a entrega da cartilha, buscamos abordar a prevenção dos delitos de violência familiar e doméstica, contribuindo para o desenvolvimento de uma criança e adolescente coincidente de seus deveres e obrigações para com sua família, devendo ser dado o devido valor à mulher em sua vida.
Teremos como público alvo todas as famílias de Canelinha, com atenção toda especial à mulher e aos infantes, vítimas contumazes da violência domestica e familiar, sendo abordadas as formas de identificar tais vítimas e, posteriormente, ofertar o apoio necessário para o desenvolvimento da vida pós-agressão, dando suporte emocional, jurídico e de saúde, conseguindo realizar a superação das sequelas e a consequente punição ao infrator.
De forma prática, a Câmara de Vereadores, através da Procuradoria Especial da Mulher, trará aos alunos o debate sobre esse tema, oportunizando a eles o contato direto com o conhecimento jurídico e psicológico, através de peças teatrais e palestras, tornando atrativo, instrutivo e impactante ao público esse tão delicado tema.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar